Blog

O poder transformador do 'Blue Mind'

O poder transformador do 'Blue Mind'

Estar perto da água é mais do que uma conexão, é um elixir para a mente e o coração | Por Gabriela Muller Em um mundo frenético e muitas vezes avassalador, a busca por momentos de calma e conexão com a natureza assume uma importância vital em nossas rotinas. Neste contexto, emerge a teoria do Blue Mind, um conceito desenvolvido pelo cientista marinho Wallace J. Nichols, que sugere que estar perto da água, seja o oceano, lagos ou rios, pode melhorar significativamente a saúde mental, reduzir o estresse e promover uma sensação de calma e felicidade. Este conceito foi popularizado ao longo dos anos através de estudos científicos publicados que comprovam sua veracidade. Por exemplo, o "Journal of Environmental Psychology" examina como o ambiente afeta o comportamento humano, evidenciando a ligação entre a proximidade com corpos d'água e o bem-estar emocional. Da mesma forma, pesquisas da Universidade de Exeter contribuíram para a compreensão dos benefícios psicológicos ligados à presença da água. Além disso, estudos sobre a relação entre atividades aquáticas, como natação e surfe, e os benefícios para a saúde mental, publicados em revistas científicas especializadas em saúde e psicologia, corroboram a ligação direta entre a presença da água e o nosso bem-estar emocional. A água, com sua serenidade e vastidão, possui o poder de acalmar nossas mentes tumultuadas e revitalizar nossas almas. Contemplar as ondas quebrando na praia ou sentir a brisa suave em um lago tranquilo pode nos conectar profundamente com o momento presente, proporcionando uma sensação de paz interior incomparável. A Allcatrazes se identifica muito com este tema, pois busca promover uma conexão profunda com a natureza, convidando vocês a abraçarem um estilo de vida do lado de fora, desfrutando das maravilhas naturais que o mundo oferece. Sempre prezamos por esta qualidade de vida e tentamos diariamente, através de nossos produtos, servir como um catalisador para inspirar vocês a se reconectarem com a natureza e a priorizarem momentos de tranquilidade e serenidade em suas vidas agitadas. Neste turbilhão da vida moderna, é fácil se perder na agitação incessante e esquecer a beleza que a natureza oferece. No entanto, ao abraçarmos o conceito do Blue Mind, somos convidados a reconectar-nos com a essência primordial que habita em todos nós. É uma jornada de redescoberta, uma oportunidade de reconectar com nossa própria humanidade e com o mundo ao nosso redor de uma maneira mais profunda e significativa. Permita-se incluir pequenos rituais de conexão com a água em sua vida diária e descubra a transformação que o Blue Mind pode trazer. Exemplos de práticas diárias para incorporar o Blue Mind: Meditação à beira de um lago ou rio, focando no som suave da água e na respiração tranquila. Caminhadas ao longo da costa, permitindo-se absorver a beleza e a serenidade do oceano. Banhos relaxantes em casa, utilizando essências que remetam à água para criar um ambiente calmante. Criação de um espaço de relaxamento em casa com elementos aquáticos, como fotos de paisagens marítimas ou fontes de água. Prática de ioga à beira de um rio ou em uma praia tranquila, incorporando movimentos fluidos e respiração consciente. Um passeio de bike na orla, perto de mares, lagos e rios.

Saiba mais
O poder transformador do 'Blue Mind'
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Estilo de vida ao ar livre
  • Contagem de comentários do artigo: 0
O poder transformador do 'Blue Mind'
Estar perto da água é mais do que uma conexão, é um elixir para a mente e o coração | Por Gabriela Muller Em um mundo frenético e muitas vezes avassalador, a busca por momentos de calma e conexão com a natureza assume uma importância vital em nossas rotinas. Neste contexto, emerge a teoria do Blue Mind, um conceito desenvolvido pelo cientista marinho Wallace J. Nichols, que sugere que estar perto da água, seja o oceano, lagos ou rios, pode melhorar significativamente a saúde mental, reduzir o estresse e promover uma sensação de calma e felicidade. Este conceito foi popularizado ao longo dos anos através de estudos científicos publicados que comprovam sua veracidade. Por exemplo, o "Journal of Environmental Psychology" examina como o ambiente afeta o comportamento humano, evidenciando a ligação entre a proximidade com corpos d'água e o bem-estar emocional. Da mesma forma, pesquisas da Universidade de Exeter contribuíram para a compreensão dos benefícios psicológicos ligados à presença da água. Além disso, estudos sobre a relação entre atividades aquáticas, como natação e surfe, e os benefícios para a saúde mental, publicados em revistas científicas especializadas em saúde e psicologia, corroboram a ligação direta entre a presença da água e o nosso bem-estar emocional. A água, com sua serenidade e vastidão, possui o poder de acalmar nossas mentes tumultuadas e revitalizar nossas almas. Contemplar as ondas quebrando na praia ou sentir a brisa suave em um lago tranquilo pode nos conectar profundamente com o momento presente, proporcionando uma sensação de paz interior incomparável. A Allcatrazes se identifica muito com este tema, pois busca promover uma conexão profunda com a natureza, convidando vocês a abraçarem um estilo de vida do lado de fora, desfrutando das maravilhas naturais que o mundo oferece. Sempre prezamos por esta qualidade de vida e tentamos diariamente, através de nossos produtos, servir como um catalisador para inspirar vocês a se reconectarem com a natureza e a priorizarem momentos de tranquilidade e serenidade em suas vidas agitadas. Neste turbilhão da vida moderna, é fácil se perder na agitação incessante e esquecer a beleza que a natureza oferece. No entanto, ao abraçarmos o conceito do Blue Mind, somos convidados a reconectar-nos com a essência primordial que habita em todos nós. É uma jornada de redescoberta, uma oportunidade de reconectar com nossa própria humanidade e com o mundo ao nosso redor de uma maneira mais profunda e significativa. Permita-se incluir pequenos rituais de conexão com a água em sua vida diária e descubra a transformação que o Blue Mind pode trazer. Exemplos de práticas diárias para incorporar o Blue Mind: Meditação à beira de um lago ou rio, focando no som suave da água e na respiração tranquila. Caminhadas ao longo da costa, permitindo-se absorver a beleza e a serenidade do oceano. Banhos relaxantes em casa, utilizando essências que remetam à água para criar um ambiente calmante. Criação de um espaço de relaxamento em casa com elementos aquáticos, como fotos de paisagens marítimas ou fontes de água. Prática de ioga à beira de um rio ou em uma praia tranquila, incorporando movimentos fluidos e respiração consciente. Um passeio de bike na orla, perto de mares, lagos e rios.
Saiba mais
Vivendo a Allcatrazes
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Compartilhando Histórias
  • Contagem de comentários do artigo: 0
Vivendo a Allcatrazes
Mais que um trabalho | Por Gabriela Muller - 5 min de leitura Há um ano, eu estava em uma encruzilhada, buscando meu lugar no mundo e sem clareza sobre quais eram minhas verdadeiras qualidades e onde poderia prosperar. Foi quando me deparei com uma oportunidade de estágio em uma empresa que cultiva um ambiente diferente, algo que me chamou atenção. O nome da empresa, Allcatrazes, despertou meu interesse. Sua abordagem centrada no desenvolvimento pessoal, em vez de apenas cumprir metas, era evidente mesmo em suas redes sociais. Bastou uma breve passagem em suas postagens para me convencer de que era algo especial. Decidi me inscrever para o processo seletivo, e quando recebi a confirmação de que tinha conseguido a vaga, foi uma explosão de alegria. A possibilidade de fazer parte de um espaço de trabalho que incentiva minha evolução pessoal e profissional, e que me forneceria todas as ferramentas para alcançá-la, era incrivelmente estimulante. Parecia bom demais para ser verdade, mas é a realidade na Allcatrazes. Agora, depois de ter vivido e sentido na pele essa filosofia, posso afirmar que na Allca cada dia é uma aventura, uma jornada onde a conexão com o mundo ao nosso redor e a curiosidade incessante são os pilares que nos impulsionam. Não se trata apenas de uma experiência profissional, mas sim de uma comunidade unida por um propósito em comum: evoluir constantemente enquanto damos importância para cada instante e promovendo um espaço de apoio, desenvolvimento e aprendizado mútuo. Trabalhar nessa empresa sempre foi sentir que eu tinha uma voz. Mesmo sendo estagiária e trabalhando com pessoas mais experientes, sempre sentia que o dia a dia era de pessoas de igual para igual, com a mesma importância, com a mesma voz. O clima de trabalho era leve e prazeroso, contando até com viagens em grupo. Lembro-me particularmente de uma viagem para realizar um editorial na Serra Gaúcha. Foi uma experiência incrível onde a equipe inteira pôde trabalhar e relaxar juntos. Houve instantes de retiro e respiro no meio da natureza, combinando perfeitamente o trabalho com tranquilidade. Foi um equilíbrio perfeito entre atividade e lazer, representando muito bem o ambiente da Allca e sua filosofia. Além disso, fizemos várias outras saídas em equipe para manter a conexão, como velejos, cafés, entre outros. Todas essas experiências tornaram o dia a dia não apenas produtivo, mas extremamente gratificante e harmonioso, sempre mantendo a equipe em sintonia.   Em um mundo repleto de distrações, na Allcatrazes são valorizados os pequenos momentos de tranquilidade, as nuances da vida que nos desafiam e nos inspiram. É um clube de curiosos, ávidos por explorar novos horizontes, tanto na agitação urbana quanto na serenidade da natureza. Cada um de nós traz consigo uma história única, mas é a jornada compartilhada que nos define. Desde diferentes vivências até trajetórias diversas, nos unimos para poder crescer juntos, adaptando-nos aos desafios com coragem e resiliência. Na Allcatrazes, a vida é muito mais do que uma lista de tarefas a cumprir. É uma celebração diária, uma oportunidade para viver intensamente e compartilhar experiências com aqueles ao nosso redor. Em um mundo cada vez mais digital, destacamos o poder do contato humano, da conexão genuína que transcende as telas. Trabalhar nesta empresa não é apenas uma questão de cumprir horários ou bater metas. É fazer parte de uma família, de uma comunidade unida pelo desejo comum de alcançar o melhor de si mesmos. Sendo desafiados a evoluir, a aprender, e acima de tudo, a viver com paixão e autenticidade. Embora meu ciclo na Allcatrazes tenha chegado ao fim, a Allca continuará a fazer parte de mim. A experiência e os aprendizados que adquiri lá são inesquecíveis e aplicam-se a todos que têm a sorte de fazer parte desta família. Saí da Allcatrazes, mas a Allcatrazes nunca sairá de mim.
Saiba mais
Fotossíntese da rotina
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Allcatrazes Convida
  • Contagem de comentários do artigo: 0
Fotossíntese da rotina
A natureza como um impulso no trabalho | Por Aline Ilha - 4 min de leitura Não é novidade que estar em meio a natureza no seu dia a dia ou na sua semana contribui para o bem-estar mental e físico. Mas, acreditamos que ainda há muito a ser dito para que esses impactos positivos nos façam realmente buscar esses escapes com mais frequência.  Existem elementos-chave que podem contribuir de maneira significativa para a cognição e qualidade do pensamento - segundo estudo publicado na revista Science Advances - e a lista de benefícios é extensa: > se sentir mais próximo das pessoas> ter uma melhor comunicação> estimular a criatividade> se tornar mais reflexivo> explorar a intuição> ficar mais inspirado Presenciar pequenos detalhes como uma borboleta voando, uma folha caindo, as nuvens mudando de formas ou o pingos da chuva caindo em um lago, além de estimular diferentes sentidos; faz com que nosso cérebro reduza as atividades vigilantes e auto centradas. Além de liberar proteínas que tem efeito direto na felicidade. Sabe quando você está em meio a uma floresta ou no topo de uma montanha, e tem a sensação de ser muito pequeno diante do que vemos à nossa frente? Essa sensação reduz as preocupações consigo mesmo, tira o zoom dos problemas e faz você ficar presente no momento. Assim, abrimos espaço para que a mente foque no que realmente importa. Que tal aproveitar esses benefícios, se aproximando da natureza e se concentrando em seus aspectos físicos - cheiros, sons, formas, texturas. Experimente usar a natureza como catalisador para todos os tipos de interação, especialmente no trabalho: > Faça reuniões ao ar livre> Caminhe ou ande de bike para se locomover> Traga plantas para dentro do escritório> Realize intervalos para respirar o ar puro na rua> Explore o ‘anywhere office’ em cafés com espaço aberto A motivação para aprendizagem e o desenvolvimento de novas capacidades estão diretamente ligados ao bem-estar. Se você ainda precisa de um impulso para colocar em prática, separamos alguns cantinhos especiais para você dar o start! 4 cafés em Porto Alegre para um anywhere office em conexão com a natureza: | Ginkgo Café e Floricultura | @somosginkgo Créditos imagem: Gabriel Carpes, BARRA Arquitetos - Via Arch Daily Um verdadeiro refúgio no coração da cidade, com uma atmosfera leve e regeneradora. Uma floricultura que também é café, ou vice-versa. Possui diferentes ambientes, todos repletos de plantas e flores e passar uma tarde ali trabalhando com certeza é uma experiência. O local é Pet Friendly. Rua Cel. Bordini, 332 - Auxiliadora | Sabor de Luna | @sabordeluna Créditos imagem: Anahís Vargas / Agencia RBS - Via Gaúcha ZH Click RBS Um espaço que te teletransporta para o Uruguai, trazendo a sensação de que você está em uma viagem. Os ambientes são aconchegantes e conta com o espaço do jardim, onde as mesas ficam entre árvores. Ah, a confeitaria e padaria também é pet friendly! Rua Dr. Freire Alemão, 310 - Mont'Serrat | Café & Prosa | @cafeeprosazs Créditos imagem: Gabriela Gazzana - Via Gaúcha ZH Click RBS Não é terapia, mas é terapêutico! O café fica dentro da Floricultura Winge, e se você quer buscar inspirações, esse é o lugar certo. O local é de pura natureza e paz, dividido em 3 ambientes, e a sensação é de estar em uma casa de campo, com cada cantinho pensado. Rua Dr. Mario Totta, 963 - Tristeza | Barbarella Bakery | @barbarellabakerypoa Créditos imagem: Revista Sabores do Sul Se você gosta de ver o ambiente na rua e estar cercado de árvores, as mesinhas na rua são o seu lugar! A padaria tem três ambientes alternativos, o jardim, a parte interna no térreo e o piso superior. Perfeito para reuniões ou para passar a tarde produzindo! Rua Dinarte Ribeiro, 56 - Moinhos de Vento   Para se organizar no anywhere office, faça o download gratuito do nosso Planner Semanal, aqui.   Este texto foi escrito com base nas referências:Pesquisa aponta os benefícios de trabalhar em meio à natureza | ForbesQual a relação entre natureza e trabalho? Entenda neste artigo | Blog Portal PósLinking the nonmaterial dimensions of human-nature relations and human well-being through cultural ecosystem services | Science Advances
Saiba mais
É falta de tempo ou de energia?
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Estilo de vida ao ar livre
  • Contagem de comentários do artigo: 0
É falta de tempo ou de energia?
Nutrindo a rotina | Por Aline Ilha - 3 min de leitura Valorize seu tempo, crie novos hábitos, levante-se cedo, alimente-se de forma saudável, pratique exercícios, hidrate-se, diminua o tempo nas redes sociais... vemos por aí inúmeras dicas para "viver melhor" e isso nos faz pensar: será que é falta de tempo ou de energia? Ao cortarmos as distrações, ganhamos tempo, mas será que temos energia suficiente para aproveitar esses momentos? Será que precisamos de mais tempo para nos livrarmos da ansiedade ou nos falta energia para desfrutar dos momentos de lazer com tranquilidade? Costuma-se dizer que as coisas boas duram pouco, mas penso que é o oposto. Quando vivenciamos momentos significativos e estamos presentes, parece que o tempo se expande e nos revigora! O ponto central dessa reflexão é: não adianta levantar cedo, sair das redes sociais ou cortar hábitos ruins se você não compreender de onde vem sua energia! Entender a origem da nossa energia é como descobrir uma fonte secreta de força. Muitas vezes, ela vem das pequenas coisas: um hobby que nos apaixona, uma boa conversa com amigos ou até mesmo o silêncio que nos permite ouvir nossos próprios pensamentos. É importante identificar essas fontes para poder recarregar nossa bateria. Além disso, é fundamental reconhecer que descanso e lazer não são perda de tempo, mas sim investimentos na nossa saúde mental e física. Por aqui, continuamos na busca pelo equilíbrio entre o que nos energiza, com períodos de produtividade e um pouco de descontração, que também é essencial. E por aí, o que te nutre?   Conheça o Controle de Hábitos da Allca > Uma ferramenta criada para que você fique em cima daquelas práticas que busca aprimorar na sua vida, seja hábitos já estabelecidos ou novos que planeja cultivar Clique aqui para baixar de graça
Saiba mais
5 dicas pra quem vai locar um Airbnb pela primeira vez
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Allcatrazes Convida
  • Contagem de comentários do artigo: 0
5 dicas pra quem vai locar um Airbnb pela primeira vez
Nunca se hospedou em um Airbnb? Vem ver essas 5 dicas valiosas de quem entende muito bem do assunto: Bru Mendes | Airbnb No Sul
Saiba mais
Caminhada solo
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Compartilhando Histórias
  • Contagem de comentários do artigo: 0
Caminhada solo
Por Catarina Glashester | 3 min de leitura Saí da aula de surf naquela manhã e tinha deixado meio combinado de encontrar um amigo na praia. Não somos muito bons de comunicação, só sabíamos que ele acabaria um treino de natação em Copacabana e que eu terminava a aula de surf quase no mesmo horário ali do lado, no Arpoador. Terminei a aula e peguei meu telefone pra tentar saber do itinerário dele, mas não consegui contato. Então decidi ir andando de uma praia até a outra para ver se o encontrava perto das barraquinhas daquelas equipes de natação e corrida.  Chegando lá, não lembrava qual a cor da barraquinha da assessoria dele, muito menos o nome. Dei uma olhada na minha mochila, vi que tinha esquecido o meu fone de ouvido em casa, que eram recém 9:30 da manhã e, pela primeira vez em muito tempo, percebi que eu não tinha absolutamente nada para fazer naquele momento. Ai, como a rotina nunca nos permite, comecei a caminhar sem rumo pela praia, solo, ouvindo os sons e observando as imagens que aquela manhã de sábado me proporcionara. Pode parecer completamente trivial, mas qual foi a última vez que, sem compromisso de horário ou de lugar para se estar, você caminhou sozinho, sem sequer ter objetivo de destino? Sentei ali mesmo sem canga nem toalha, me enchi de areia tal qual as crianças que faziam um castelinho na minha frente (coisa boa), tomei uma água de coco e, mesmo depois de uma hora surfando, fui tomada por uma vontade de entrar na água, mas dessa vez meu corpo pedia apenas para boiar.  Deixei a minha mochila com um casal que estava por ali com cadeiras e guarda sol e me fui, sem hora para voltar, pra dentro daquela água gelada, só deixando as ondas passarem por mim.  Perdi a noção do tempo. Depois descobri que meu amigo, ao não me achar, tinha ido pra casa. Quando finalmente conseguimos nos falar, ele me ligou pedindo desculpas e dizendo que tava voltando pra pegar uma praia comigo. A gente fica preso de tal maneira na correria do dia a dia que, mesmo quando poderia estar fazendo nada, raramente percebe isso. Disse a ele que não precisava se desculpar e o agradeci pelo nosso desencontro.
Saiba mais
30 minutos sem músicas e distrações
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Estilo de vida ao ar livre
  • Contagem de comentários do artigo: 0
30 minutos sem músicas e distrações
O que é o “Silent Walk” e quais os seus benefícios? Por Aline Ilha - 3 min de leitura  Não é novidade que hoje vivemos conectados e hiper estimulados durante nossa rotina. O tempo médio em que passamos olhando para telas já ultrapassa 6 horas por dia, segundo a dcdx, empresa voltada para análises de comportamento da Geração Z. Quando esse é o seu “normal’, desconectar-se completamente para uma caminhada de 30 minutos pode parecer difícil. Esse é o conceito do “Silent Walk”, uma tendência que viralizou na rede social TikTok no final de 2023, que consiste na prática de caminhar em silêncio, sem conversar, sem ouvir música, sem olhar para telas e sem distrações. Um escape em meio à rotina agitada. A ideia é passar um tempo sozinho e abrir espaço para ouvir nossos pensamentos e refletir livremente, concentrando a sua atenção nos pés, no corpo e no chão enquanto caminha. Essa ideia te anima ou te assusta?  “A caminhada silenciosa permite uma organização mental […] observar o mundo ao seu redor e se envolver em uma forma de meditação em movimento” - Ryan Sultan, psiquiatra e terapeuta credenciado e professor de psiquiatria clínica na Universidade Columbia. E quais os benefícios desse exercício? Caminhar, por si só, já traz inúmeros benefícios, como > melhora no humor> redução de sintomas de ansiedade e depressão> aumento do bem estar> proteção contra doenças cardiovasculares E, aliada a prática de atenção plena, as vantagens crescem ainda mais, diminuindo o estresse, promovendo uma sensação de paz a calma, além de estimular a criatividade. Que tal experimentar aplicar essa prática em sua rotina? Dê um passeio em seu bairro, observe as árvores ao seu redor, respire o ar fresco, sinta a brisa do vento, coloque os pés na grama. Dessa forma você estimula seus sentidos e consequentemente você fica mais atento ao presente. Nos encontramos do lado de fora!   Te convidamos também a buscar outras atividades que te conectem ao agora, como desenhar, fazer yoga, ler um livro ou escrever. Praticar hobbies é essencial para que tenhamos equilíbrio em nossa rotina! Para isso, desenvolvemos um Planner de Hobbies. Baixe aqui de graça: https://allcatrazes.rds.land/lp-planner-de-hobbies   Esse texto foi desenvolvido com diferentes fontes: Forbes; TecMundo; SheKnows; Hospital Israelita Albert Einstein; dcdx.
Saiba mais
O devaneio nos andes
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Compartilhando Histórias
  • Contagem de comentários do artigo: 0
O devaneio nos andes
Por Greta Paz | 3 min de leitura O desconhecido sempre me fascinou. Eu gosto de pensar nas viagens que ainda não fiz, nos sabores que ainda não provei, nas zonas de desconforto que ainda não me coloquei. A viagem de uma semana para um trekking nos Andes é exatamente sobre isso - o querer o que eu nem sabia que desejava.  Muito jovem coloquei na minha cabeça que não gostava de acampar. Por conta do meu trabalho, também vivo o tempo todo conectada ao meu celular. Jamais imaginei ficar sem banho por cinco dias. Isso sem falar sobre a falta de um banheiro. Mas eu queria experimentar a sensação de total presença. Queria pensar no agora e em nada mais. Você já se colocou nesse lugar?  Cada tarefa cotidiana virou uma missão, exigindo pensar no agora. Para escovar os dentes, por exemplo, era preciso pegar água em alguma nascente de rio, colocar uma lanterna na cabeça, focar para não desperdiçar a água. Nada era feito no querido piloto automático. Essa sensação de presença somada às horas infinitas de caminhada trouxeram inúmeros aprendizados e vejo que ainda estou assimilando tudo o que essa experiência foi para mim. Nessa viagem, aprendi a escutar o silêncio que fala. Conheci melhor a dor e a delícia da minha própria companhia, apreciei os momentos de solidão e reflexão, e pude ouvir a minha própria voz interna. Ao fazer um trekking com várias adversidades, uma pergunta ia e voltava na minha cabeça: o que é essencial? No caminho, percebi que precisamos de bem menos do que imaginamos. A metáfora tinha total relação com a minha Allca, minha parceira de toda a viagem. Ela era essencial, mas muito do que tinha dentro dela, não. Se engana quem acha que viajar não é sobre colocar uma mochila nas costas e sair andando. Viajar é exatamente sobre isso: dar o primeiro passo em direção ao desconhecido. Num mundo em que nos colocamos mil barreiras para "as coisas que não sabemos" é lindo ver a entrega para o desconhecido. E agora? Bora colocar uma Allca nas costas para buscar o desconhecido? Espero que esse post tenha inspirado você. Como diz Zélia Duncan em uma de suas composições, que eu particularmente adoro: "benditas coisas que não sei". Confira mais abaixo os produtos que a Greta levou com ela!
Saiba mais
Você não deveria procurar conforto
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Estilo de vida ao ar livre
  • Contagem de comentários do artigo: 0
Você não deveria procurar conforto
Nosso entendimento de conforto e desconforto molda nossas ações e decisões diárias, muitas vezes nos levando a buscar o que é familiar em vez do que é verdadeiramente benéfico para nosso crescimento e desenvolvimento pessoal. Com isto em mente, separamos alguns tópicos para podermos compreender melhor como nossas mentes funcionam e como podemos desafiar nossos padrões para alcançar um maior nível de realização.
Saiba mais
Sorte, azar e dúvida
  • Artigo publicado em:
  • Autor do artigo:Equipe Allcatrazes
  • Tag do artigo:Allcatrazes Convida
  • Contagem de comentários do artigo: 1
Sorte, azar e dúvida
Percebi que a dúvida é muito amiga do medo, da falta de confiança e da angústia. A dúvida é bem semelhante a uma prisão que eu mesmo muitas vezes construí para lá usufruir do meu medo, e principalmente da falta de confiança que eu tinha na minha capacidade de realizar o que o meu coração me mostrava. 
Saiba mais